Matéria > Saúde

Uso de máscaras de proteção passa a ser obrigatório em Paquetá

  • 26/06/2020
  • Marcos
  • 50
PMSP-IMG-e742cfed24c35c2e95f.png

O Município de Paquetá informa que o uso de máscaras de proteção facial para enfrentamento ao coronavírus (COVID-19) passou a ser obrigatório em órgãos públicos e privados. Por meio de Decreto Municipal a população deverá utilizar máscaras em todos os locais em que circular, não apenas em recintos fechados.  A medida vigorará enquanto perdurarem a situação de emergência e o estado de calamidade pública decorrentes da covid-19.

Conforme o decreto, o uso de máscaras de proteção deve obrigatoriamente ser realizado em qualquer situação em que houver necessidade de interrupção do isolamento social, bem como nos ambientes de trabalho. A população poderá utilizar máscaras de tecido feitas de forma artesanal. “Foram instalados avisos, em órgãos públicos e privados, falando sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras. Todas as ações e medidas de prevenção realizado no município cotam com o empenho e dedicação do Prefeito Thales Pimentel”, disse Marcos Valério, secretário de saúde.

Além do uso obrigatório de máscaras de proteção, também está determinado que as pessoas, ao adentrarem em estabelecimentos públicos ou privados, mantenham o distanciamento recomendado de no mínimo 2,0 metro e higienizem as mãos com álcool gel 70% ou preparações antissépticas de efeito similar.

Como fazer a manutenção

Cada pessoa deve possuir cinco unidades, confeccionadas, preferencialmente em tecidos de algodão, que não devem ser compartilhadas. Cada máscara pode ser usada por até 3 horas e deve ser lavada separadamente, com água e sabão, após ficar de molho em solução de água com água sanitária ou outro desinfetante, por 20 a 30 minutos. Ela deve ser passada com ferro quente após secar, e guardada em um recipiente fechado antes do uso.

Facebook
Instagram