Matéria > Saúde

Prefeito Thales prorroga medidas de prevenção ao coronavírus até o dia 02 de maio em Paquetá do Piauí

Gestor mantém medidas com o objetivo de evitar que o vírus se espalhe no município.
  • 26/04/2021
  • Marcos
  • 237
PMSP-IMG-f00097766fa33b0bf62.jpg

A Prefeitura de Paquetá do Piauí, através do prefeito Thales Coelho Pimentel, emitiu nesta segunda-feira, 26 de abril, o Decreto 190/2021, que dispõe sobre as medidas sanitárias excepcionais a serem adotadas do dia 26 de abril ao dia 02 de maio de 2021, em todo o Município, voltadas para o enfrentamento da COVID-19.

Confira AQUI novo Decreto!

Fica determinada para os dias 26, 27, 28, 29 e 30 de abril a suspensão das atividades que envolvam aglomerações, eventos culturais, atividades esportivas e sociais, bem como o funcionamento de boates, casa de shows e quaisquer tipos de estabelecimento que promovam atividades festivas, em espaço público ou privado, em ambiente fechado ou aberto, com ou sem venda de ingresso.

Bares, restaurantes, trailers, lanchonetes e estabelecimentos similares, depósito de bebidas, só poderão funcionar até às 21h, ficando vedada a promoção/realização de festas, eventos, confraternizações, dança ou qualquer atividade que gere aglomeração, seja no estabelecimento, seja no seu entorno. O comércio em geral poderá funcionar somente até às 17h.

A partir das 23h do dia 30 de abril até as 0h do dia 03 de maio de 2021, ficarão suspensas todas as atividades econômico-sociais, com exceção das atividades consideradas essenciais.

No horário compreendido entre as 22h e às 5h, do dia 26 de abril ao dia 02 de maio 2021, ficará proibida a circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os deslocamentos de extrema necessidade.

A vigilância sanitária municipal ficará responsável pela fiscalização do cumprimento das normas estabelecidas nesse Decreto que deverá solicitar apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Policia Rodoviária Federal e do Ministério Público Estadual.

O descumprimento das medidas restritivas adotadas neste Decreto sujeitará ao infrator à aplicação de multa no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) à R$ 2.000,00 (dois mil reais), além de ensejar crime contra a saúde pública previsto no art. 268, do Código Penal, sem prejuízo das demais sanções administrativas.

Facebook
Instagram
Vídeos
Nenhum registro foi encontrado para esta categoria!
Fotos
Nenhum registro foi encontrado para esta categoria!